Gestão de projetos com Trajectory

Posted by Daniel Lopes on 14/05/2011

Trajectory

Nos últimos 3 anos tenho sido usuário assíduo do Basecamp da 37Signals. Um excelente gerenciador de projetos, simples, elegante, coerente e o mais importante: perfeito para comunicação.

Ponto forte do Basecamp, na minha opinião, é a comunicação aliado a simplicidade. Isso permite que pessoas não técnicas possam contribuir e se comunicar de forma bastante efetiva e ainda acompanhar o estado do projeto.

O problema

No entanto Basecamp não foi feito pensando em desenvolvimento de software e nós utilizamos várias práticas que nos forçaram a criar “regrinhas” dentro do sistema.

Como nós somos adeptos de XP e outras práticas ágeis precisávamos de um fluxo que acabava não sendo perfeito no Basecamp. Por exemplo, planejávamos o desenvolvimento com quatro listas de tarefas (Backlog, Em Andamento, Review e Produção) e a cada iteração as tarefas passavam nessas quatro listas.

O problema que essa organização acabava inibindo o cliente de fazer de se comunicar (o coisa mais importante no desenvolvimento). Cliente ficava com receio de criar as próprias tarefas, re-ordenar por prioridade e aceitar as funcionalidades na etapa de review. Ou seja, apesar de funcionar para nós, não funcionava bem para o cliente pois era um fluxo complexo.

Depois de tentar essa simulação de um Kanban no Basecamp nós acabamos passando para o Pivotal. No entanto, a interface do Pivotal é ainda mais inibidora que o nosso modelo de “Kanban” no Basecamp. No final, com Pivotal, o cliente também não interagia com as requisitos, não dava feedbacks e ainda perdemos a parte de mensagens integrado que o Basecamp faz muito bem.

A solução

Para nós é imprescindível ter um bom gerenciador pois trabalhamos remotamente. Já estávamos desgastados com as tentativas anteriores até que a ThoughtBots lançou o Trajectory.

Ao passarem pelo mesmo problema com seus clientes, a empresa resolveu desenvolver seu próprio gerenciador de projetos de software e já integrado com várias das práticas ágeis que são importantes para planejamento, comunicação e acompanhamento.

Neste post eles descrevem as razões que os levaram a desenvolver um novo gerenciador. Antes que pensem alguma coisa, eu não estou recebendo nada para escrever este post mas penso que ferramentas/serviços bons devem ser divulgados :).